logotipo operacional.pt

Arquivo do autor

A BOINA DE COR VERDE NO EXÉRCITO PORTUGUÊS

Por • 18 Mar, 2019 • Categoria: 02. OPINIÃO

Continuando a publicação de artigos alusivos aos 25 anos de permanência das Tropas Paraquedistas no Exército, hoje vamos abordar a questão das boinas, muito mais do que um artigo de uniforme um símbolo importantíssimo para quem as usa. Por mais estranho e anacrónico que possa parecer a alguns, há quem esteja disposto a morrer pela sua! Não se pretende fazer a história detalhada das boinas como cobertura de cabeça mas apenas uma síntese para chegar onde queremos neste artigo, ver o que pode ser feito para melhorar o uso da boina verde e conferir maior dignidade aos militares que a conquistam.



TROPAS PARAQUEDISTAS, 25 ANOS NO EXÉRCITO

Por • 25 Fev, 2019 • Categoria: 11. IMPRENSA, 13. MEMÓRIA DAS MISSÕES DE PAZ

Continuamos hoje com a publicação de artigos sobre o 25.º aniversário da transferência das Tropas Paraquedistas da Força Aérea para o Exército. A prestação em combate do 1.º e 2.º Batalhões de Infantaria Paraquedista na República Centro Africana (2018-2019) honrou a memória dos Caçadores Paraquedistas do Ultramar (1961-1975). A instrução ministrada em Tancos, dura mas humana, a motivação dos homens e mulheres que “saltam de aeronaves em voo”, já tinham provado em outras missões de paz, da Bósnia ao Afeganistão ou ao Mali, do Kosovo e Iraque a Timor, que a mudança de ramo não significou incapacidade para cumprir. 



AS COMPLEXAS ESCOLHAS NO “PROCUREMENT” AEROMILITAR

Por • 22 Fev, 2019 • Categoria: 07. TECNOLOGIA

O presidente francês Macron defendeu recentemente um maior protagonismo militar europeu traduzido, entre outras formas, numa maior orientação para a selecção e aquisição de material militar concebido e produzido na Europa, em detrimento daquele de outros fornecedores, nomeadamente americanos. É este o ponto de partida para o presente artigo, que marca a chegada ao Operacional de um novo colaborador, nesta interessante área cujas implicações vão muito para além da tecnologia.



BASE AÉREA N.º 6, 65 ANOS DE MEMÓRIAS, 1953-2018

Por • 8 Fev, 2019 • Categoria: 08. JÁ LEMOS E...

Numa altura em que o destino da Base Aérea N.º 6 ainda não estará completamente definido, acaba de ser lançada esta obra sobre a sua história e do anterior Centro de Aviação Naval, na península do Montijo, onde foi construída esta infra-estrutura aeronáutica, umas das mais importantes de Portugal e durante anos até com relevância para a NATO. O leitor vai tomar contacto não só com os fundamentados textos de Pedro Ventura como com abundante documentação obtida em minuciosa investigação nos arquivos nacionais e muitas fotografias de excelente qualidade.



OS SUBMARINOS DA MARINHA PORTUGUESA – 4.ª EDIÇÃO

Por • 28 Jan, 2019 • Categoria: ., 08. JÁ LEMOS E...

Os submarinos são dos mais poderosos instrumentos militares que um país virado para o mar pode ter. Portugal desde 1913 que consegue manter na sua Marinha esquadrilhas de submarinos. Actualmente o “Tridente” e o “Arpão” são dois navios modernos e com capacidades que muitas vezes passam despercebidas ao grande público. Esta obra tem o mérito de nos recordar todos os anteriores submarinos da Marinha Portuguesa e os submarinistas, abordar temas ligados à “arma submarina” ao longo da história e ainda mergulhar com a actual Esquadrilha revelando as suas capacidades e missões.



O PROGRAMA KC-390 VISTO DESDE O BRASIL

Por • 23 Jan, 2019 • Categoria: 07. TECNOLOGIA, EM DESTAQUE

No momento em que o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa, General Manuel Teixeira Rolo, declarou na audição parlamentar do passado dia 16 de Janeiro de 2019 que o Estado Português e a EMBRAER ainda não chegaram a um acordo sobre o preço que Portugal deverá pagar por cada aeronave  KC-390 e que isso pode inviabilizar o negócio, havendo outras possibilidades no mercado, o Operacional, no âmbito da sua colaboração com a revista Segurança & Defesa do Brasil, olha para o estado actual do Programa KC-390 pela pena de Alexandre Fontoura. É um artigo escrito no Brasil originalmente para o público brasileiro, nós apenas adaptamos as legendas. 



OS COMBATES EM BAMBARI E O BAPTISMO DE FOGO DAS PANDUR II

Por • 19 Jan, 2019 • Categoria: 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI, EM DESTAQUE

O comandante da 4.ª Força Nacional Destacada (Conjunta) na RCA, Tenente-Coronel Paraquedista Óscar Fontoura, respondeu às questões do Operacional desde Bambari, sobre os combates deste início de Janeiro e o desempenho das Pandur II 8X8. A segunda cidade da Republica Centro Africana, importante nó rodoviário que controla o acesso de mercadorias à capital e ao país, com importantes recursos minerais na região, está para já livre dos grupos armados. A autoridade do Estado vai sendo reposta pelas forças da MINUSCA e Forças Armadas Centro Africanas, tendo a Força de Reacção Rápida (FRR), maioritariamente composta por Paraquedistas portugueses desempenhado um papel determinante.



JANEIRO DE 2019, PÁRA-QUEDISTAS NOVAMENTE EM COMBATE NA RCA

Por • 16 Jan, 2019 • Categoria: ., 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI, 11. IMPRENSA, EM DESTAQUE

A 4.ª Força Nacional Destacada (Conjunta) que está actualmente na República Centro Africana, composta maioritariamente por militares do 2.º Batalhão de Infantaria Pára-quedista, esteve nestes primeiros dias de Janeiro de 2019, envolvida em violentos combates na região de Bambari, a cerca de 400 de Bangui, capital da República Centro Africana. Veja aqui na íntegra a entrevista sobre este assunto concedida à SIC Notícias pelo CEMGFA, Almirante Silva Ribeiro e as imagens recolhidas pelo 2.ºBIPara no teatro de operações.



GNR RECEBE NOVAS ARMAS

Por • 7 Jan, 2019 • Categoria: 07. TECNOLOGIA, EM DESTAQUE

A Guarda Nacional Republicana vai receber novas espingardas automáticas, um reforço significativo da sua capacidade para enfrentar situações de terrorismo e criminalidade violenta. A escolha recaiu nas Heckler & Koch calibres 5,56mm e 7,62mm em várias versões. Neste início de 2019 será recebido um primeiro lote das armas que seleccionou para fazer frente, com maior segurança e eficácia, às situações mais violentas que os seus militares podem ter que enfrentar. 



A ARTILHARIA DE COSTA NO “OPERACIONAL”

Por • 6 Jan, 2019 • Categoria: 01. NOTÍCIAS, 07. TECNOLOGIA, 09. ONTEM FOI NOTÍCIA - HOJE É HISTÓRIA, 14.TURISMO MILITAR

Foi com agrado que tomamos contacto com uma reportagem alargada no Jornal Público de 06JAN2018 – Os últimos canhões da costa calaram-se há 20 anos, texto de Mara Gonçalves e fotografia de Nuno Ferreira Monteiro – sobre um tema que também nos é caro e ao qual temos dado continuada atenção. Sendo um assunto que sempre nos interessou não podemos deixar de voltar a referir aqui o trabalho da ARTCOSTA – Associação dos Amigos de Artilharia de Costa Portuguesa, e dos esforços que desenvolve para preservar essa memória da história militar de Portugal.