logotipo operacional.pt

PRIMEIRA PÁGINA

A FRAGATA “ORP GEN. T. KOSCIUZKO” EM LISBOA

Não sendo vulgar a passagem por Lisboa de navios de guerra da República da Polónia, a possibilidade de visitar a fragata ORP Gen.T.Kosciuszko despertou-nos a curiosidade, e já agora, também porque se tratava de uma Oliver Perry, a classe de navios que em 2003 Portugal esteve para adquirir aos EUA, tendo depois optado pelas holandesas Karel Doorman.

BÓSNIA 96 – XX ANIVERSÁRIO DA MISSÃO

Quase a terminar o ano em que se assinalaram 20 anos sobre a participação portuguesa na primeira missão terrestre da NATO na Bósnia e Herzegovina, a Implementation Force, apresentamos o livro XX Aniversário da Missão na Bósnia, uma edição Fronteira do Caos em pareceria com o Exército Português, para assinalar a data e recordar esses tempos de 1996, fazendo também a síntese de 20 anos de Portugal na Bósnia (1992-2012).

REGULAMENTO DE DISCIPLINA DA GNR

Curioso é verificar que muitos dos que se insurgem agora contra a situação em que se encontra o guarda Hugo Ernano foram directa ou indirectamente responsáveis pela alteração do regime disciplinar da GNR. Que futuramente não se venham a arrepender do novel “horário de referência” que, tal como a questão disciplinar, também vem afastar os militares da Guarda dos restantes militares e o que hoje pode parecer benéfico, amanhã poderá tornar-se prejudicial, como ficou bem patente na questão disciplinar.

FORÇAS ARMADAS APOIAM COMBATE A INCÊNDIOS

Não sendo infelizmente novidade, Portugal está a ser assolado por uma tremenda vaga de incêndios florestais no Continente e na Região Autónoma da Madeira, aqui com especial perigosidade mesmo em meio urbano. As Forças Armadas, mais uma vez e muito bem, foram chamadas a apoiar as autoridades civis nesta luta, num momento em que o combate já exige medidas de excepção e mesmo apoio internacional.

RETRATOS DE UMA MISSÃO NA BÓSNIA (VIII)

RETRATOS DE UMA MISSÃO NA BÓSNIA, continua com mais dois episódios. José Manuel Araújo, que serviu 25 anos nas tropas pára-quedistas portuguesas, Sargento Pára-quedista desde 1984, integrou a primeira missão portuguesa na Bósnia e Herzegovina em 1996. Aqui fica a sua visão, a dois tempos descritiva mas também cómica de muito do que por lá viu e passou. Mais uma vez as relações com o Comandante de Batalhão e com o Capelão, preenchem as recordações de José Araújo.

VÍDEO OFICIAL DO 60.º ANIVERSÁRIO TROPAS PARAQUEDISTAS

No passado dia 23 de maio de 2016, no Regimento de Paraquedistas em Tancos, foi apresentado publicamente este vídeo oficial que assinala os 60 anos do Regimento e das Tropas Paraquedistas Portuguesas. Trata-se de uma edição da unidade, “Casa-Mãe” dos paraquedistas militares portugueses, com vários contributos exteriores (ver ficha técnica), que foi muito apreciadO e que agora tem divulgação alargada.