logotipo operacional.pt

Arquivo do autor

PÁRAS PRONTOS PARA A REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

Por • 27 Jan, 2018 • Categoria: PRIMEIRA PÁGINA

«Não há duas missões iguais», frase tantas vezes ouvida a militares que em várias missões expedicionárias têm participado, é uma verdade comprovada agora na República Centro Africana. “As experiências quer da primeira quer da segunda força estão traduzidas nesta instrução que estamos aqui a desenvolver e se há coisas em comum nos dois contingentes que nos antecederam, há outras bem diferentes que nos foram relatadas. A situação está em permanente evolução e é preciso profissionalismo, motivação, grande capacidade de adaptação e…bom senso para enfrentar o imprevisto”.



BRIGADEIRO-GENERAL COELHO REBELO COMANDA A BRIGADA DE REAÇÃO RÁPIDA

Por • 17 Jan, 2018 • Categoria: EM DESTAQUE

A Brigada de Reação Rápida tem novo comandante desde o passado dia 9 de Janeiro: o Brigadeiro-General Coelho Rebelo, 55 anos de idade, 37 de serviço militar. Oriundo das Operações Especiais com longa carreira quer na área operacional, em Portugal e em missões expedicionárias, quer em funções de estado-maior, assume agora a liderança da grande unidade que integra as forças de primeiro emprego do Exército, aquela que deve estar pronta para avançar primeiro! «…Esta é a Brigada que é por todos reconhecida por integrar as designadas Tropas Especiais: Paraquedistas, Comandos e Operações Especiais; caracterizados por uma forte cultura própria de cada especialidade mas que não é, nem será garantidamente no meu Comando factor limitador de uma forte coesão da Brigada onde se inserem, antes lhe dando parte importante da coerência organizativa, a que se associam a artilharia de campanha e a antiaérea, a cavalaria, a engenharia, as transmissões e o apoio sanitário porque é na partilha de conhecimentos, na melhoria contínua e na complementaridade que reside a força deste todo maior que a soma das partes…»



ATIVIDADE OPERACIONAL DAS FORÇAS ARMADAS – 2017/2018

Por • 14 Jan, 2018 • Categoria: 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI, 11. IMPRENSA, EM DESTAQUE

Realizou-se no passado dia 9 de Janeiro uma conferência de imprensa que nos pareceu relevante, por tentar dar um novo impulso na divulgação da temática em causa, mas também pela importância que lhe foi dada com a presença dos 4 chefes militares – CEMGFA, CEMA, CEME E CEMFA – e do Ministro da Defesa Nacional. Contamos o que vimos, comentamos algumas afirmações, fazemos um balanço dos resultados alcançados e deixamos sugestões.



BALANÇO DO OPERACIONAL.PT EM 2017

Por • 8 Jan, 2018 • Categoria: 02. OPINIÃO

Ao entrar no 10.º ano on-line o Operacional despede-se de 2017 como um ano difícil. Por motivos de ordem particular não foi nada fácil manter o site, o qual recordamos é 100% privado, não tem qualquer apoio institucional nem está ligado a qualquer associação ou empresa. Curiosamente mesmo tendo publicado menos de metade dos artigos de 2016 – logo baixamos as audiências – na realidade nunca fomos tão referidos na imprensa generalista nem tão solicitados para dar a nossa colaboração a diversos órgãos de informação, militares e civis.



DEFESA NACIONAL E FORÇAS ARMADAS, O PIOR E O MELHOR DE 2017

Por • 5 Jan, 2018 • Categoria: EM DESTAQUE

Foi um ano fértil em acontecimentos marcantes na área da Defesa Nacional e Forças Armadas, quer aspectos positivos como o fortíssimo empenhamento para ajudar a colmatar as graves limitações evidenciadas pelo sistema de protecção civil nacional e o comportamento operacional dos militares portugueses República Centro Africana; quer negativos como os acontecimentos ainda não totalmente esclarecidos dos Paióis Nacionais de Tancos e o comportamento subsequente de agentes militares e políticos.



BRIGADEIRO-GENERAL PORTUGUÊS COMANDA EUTM-REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

Por • 30 Dez, 2017 • Categoria: 01. NOTÍCIAS, 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI

Sob o comando do Brigadeiro-General Hermínio Maio do Exército Português, partem na primeira semana de Janeiro de 2018 para a República Centro Africana os militares portugueses que vão integrar o novo e reforçado contingente nacional na Missão de Treino da União Europeia neste país africano.



MILITARES PORTUGUESES EM ÁFRICA AO SERVIÇO DA ONU E UE

Por • 28 Nov, 2017 • Categoria: 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI, EM DESTAQUE

Portugal vai reforçar a sua participação na força da União Europeia na República Centro Africana, cabendo em Janeiro de 2018 ao Brigadeiro-general Hermínio Maio do Exército Português substituir o General de Divisão espanhol Fernando García Blázquez. Continuaremos neste país na força das Nações Unidas; nas missões da ONU e da UE no Mali com efectivos simbólicos, bem assim como na missão da UE na Somália. Um denominador comum para todos os envolvidos, grande instabilidade e insegurança, várias baixas anuais nas forças internacionais, entre as quais um militar português no Mali em Junho deste ano e um ferido na RCA no mês seguinte.



O EMPREGO DAS FORÇAS ARMADAS NO TERRITÓRIO NACIONAL

Por • 17 Nov, 2017 • Categoria: EM DESTAQUE

O Coronel Carlos Gervásio Branco, colaborador habitual do Operacional, vem neste artigo e muito oportunamente lembrar aspectos básicos sobre o emprego das Forças Armadas – que parecem esquecidos no discurso público – e alertar, até com base em experiências anteriores, para as necessidades – materiais, legais e efectivos – decorrentes da atribuição de novas missões.



TANCOS: NUNCA DEVERIA TER ACONTECIDO!

Por • 12 Nov, 2017 • Categoria: EM DESTAQUE

“Tancos: o caso do furto que aconteceu e que nunca deveria ter acontecido” é uma reflexão do Coronel Vítor Gil Prata, colaborador habitual do Operacional, que aqui levanta questões pertinentes – e inquietantes – sobre a investigação criminal neste incrível caso e interroga-se se seria possível prevenir este furto, evitando que tivesse ocorrido e tenta também perceber o que não permitiu a sua prevenção.



12.º ANIVERSÁRIO DA BRIGADA DE REAÇÃO RÁPIDA

Por • 12 Nov, 2017 • Categoria: 03. REPORTAGEM

A Brigada de Reacção Rápida do Exército Português assinalou o seu 12.º aniversário no passado dia 30 de Setembro, na cidade de Portalegre. O ponto alto foi a tradicional cerimónia militar com empenhamento de parte significativa das suas forças em parada e a realização de demonstrações tácticas e saltos em pára-quedas.