logotipo operacional.pt

Posts com Tag ‘Miguel Silva Machado’

FORÇAS ARMADAS PROFISSIONAIS, SOLUÇÃO PARA PORTUGAL

Por • 19 Jul, 2018 • Categoria: EM DESTAQUE

Perante a falta de voluntários que afecta a capacidade operacional das Forças Armadas, em especial o Exército, muitos defendem hoje o retorno ao Serviço Militar Obrigatório (SMO) o qual teria também outras vantagens para a sociedade em geral. Se o actual sistema de serviço militar está claramente a falhar, parece-nos que o caminho não será o retorno ao SMO – que também se esgotou – mas ao contrário, umas Forças Armadas só com pessoal do Quadro Permanente (QP). Dizemos aqui porque nos parece valer a pena estudar seriamente este assunto, sem preconceitos nem agarrados a dogmas.



NOTAS SOBRE A TRANSFERÊNCIA DOS PARAQUEDISTAS DA FORÇA AÉREA PARA O EXÉRCITO EM 1993

Por • 4 Jul, 2018 • Categoria: EM DESTAQUE

Este assunto agitou o meio político-militar e mediático nacional nos anos 90 do século XX e continua em grande medida mal explicado. Recentemente um dos protagonistas da altura veio a público falar sobre o tema, com um detalhe que induz em erro quem o tenha lido, e pareceu-nos boa oportunidade deixar escrito alguns aspectos sobre este processo e rebater a dita afirmação, sem naturalmente pretender esgotar o tema.



A REFUNDAÇÃO DO EXÉRCITO PORTUGUÊS

Por • 1 Nov, 2017 • Categoria: 02. OPINIÃO, EM DESTAQUE

Portugal precisa do Exército, paga-o e o ramo terrestre das Forças Armadas deve retribuir aos portugueses capacidades militares e outras, muitas únicas e imprescindíveis à sociedade, mas também conduta exemplar dos seus membros, desde o topo da hierarquia ao soldado.



 O QUE É UMA “MISSÃO DE PAZ E HUMANITÁRIA”?

Por • 18 Nov, 2016 • Categoria: 02. OPINIÃO

Em Portugal temos tendência para complicar coisas simples e a resposta a esta pergunta em título pode ter várias interpretações, com consequências legais muito diferentes.



MAU DIA PARA MORRER!

Por • 12 Jul, 2016 • Categoria: 02. OPINIÃO, EM DESTAQUE

Dia 10 de Julho de 2016, a selecção portuguesa de futebol, conquista pela primeira vez na história o título de Campeão Europeu. Dia 11 o avião que transporta dirigentes e jogadores aterra em Lisboa, sensivelmente à mesma hora morrem à vista do aeroporto da capital, na Base Aérea n.º 6, no Montijo, 3 militares da Força Aérea Portuguesa, num acidente com um C-130 envolvido numa missão de qualificação de pilotos.



TALVEZ TENHA TIDO MUITA PRESSA SENHOR MINISTRO

Por • 11 Abr, 2016 • Categoria: 02. OPINIÃO

NOTA PRÉVIA: este artigo de opinião foi escrito em 04ABR2016, antes portanto do pedido de exoneração do CEME, General Carlos Jerónimo (07ABR), e mesmo de terem vindo a público algumas exigências do MDN ao Exército (06ABR) nesse conturbado processo.

O Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, deu uma entrevista ao Expresso em 02ABR16 e fez pelo menos três afirmações perturbadoras, parecendo que um pouco mais de tempo no cargo não fariam mal antes de se expor assim publicamente.



O SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO ESTARÁ MESMO DE VOLTA?

Por • 6 Mar, 2016 • Categoria: 02. OPINIÃO

Um novo SMO seria uma opção estratégica nacional de primeira grandeza, com custos equivalentes. Para que serviria e que tipo de recursos seriam necessários à sua concretização?



A RESERVA E OS RESERVISTAS, MISTIFICAÇÕES E ENGANOS

Por • 8 Jan, 2015 • Categoria: 02. OPINIÃO

Têm sido publicadas notícias sobre alterações ao Estatuto dos Militares das Forças Armadas que criam a maior perplexidade a qualquer pessoa minimamente informada sobre a matéria. O que foi veiculado é muito mais bonito e simpático de ouvir do que colocar em prática!



OS MILITARES NO MOMENTO ACTUAL

Por • 21 Mai, 2013 • Categoria: 02. OPINIÃO

Lembrando que quem tem armas é a instituição e não as associações e que os prejuízos efectivos para o País decorrem das medidas erradas de sucessivos governos e de acções reivindicativas em sectores que nunca os militares, lamento contrariar essas vozes autorizadas, mas fazer um golpe de Estado é coisa tecnicamente fácil e exequível.



PERÍODO DE NOJO

Por • 6 Mar, 2013 • Categoria: 02. OPINIÃO

O que terá assim de tão diferente o manancial de conhecimento que um “agente das secretas” tem, e o das pessoas que lêem e usam os seus relatórios?