- - http://www.operacional.pt -

XIX CONGRESSO DA UNIÃO EUROPEIA DE PÁRA-QUEDISTAS

Portugal esteve mais uma vez presente num Congresso da União Europeia de Pára-quedistas, entidade associativa que congrega, desde 1990, associações nacionais de pára-quedistas de vários países europeus. Primeiro através do Pára-Clube Nacional “Os Boinas Verdes” e depois pela União Portuguesa de Pára-quedistas, os boinas verdes portugueses estão presentes nestes eventos anuais desde 1993, tendo já sido organizados também congressos da UEP em Portugal. A presente notícia refere-se ao Congresso deste ano, na Hungria, e é da autoria do major-general pára-quedista (R) José Ferreira Pinto, ao qual o “Operacional” muito agradece a colaboração.


Hungria 2009

Realizou-se de 21 a 24 de Setembro em Szolnock na Hungria o XIX Congresso da União Europeia de Pára-Quedistas (UEP), com a presença de 10 delegações dos países membros e um país como observador. A Delegação da União Portuguesa de Pára-quedistas (UPP) era constituída por um membro da Mesa da Assembleia-geral, o Presidente da Associação de Pára-Quedistas do Norte e um membro da Associação de Pára-Quedistas do Pinhal do Rei.

A delegação portuguesa ao Congresso deste ano na Hungria [1]

A delegação portuguesa ao Congresso deste ano na Hungria

O tema do Congresso foi a história dos Pára-quedistas Europeus, tendo cada delegação efectuado uma apresentação do historial dos Paras do seu país e da Organização Nacional do Associativismo pára-quedista. Logo que completo o país organizador do congresso vai enviar a todos os membros da UEP um CD com a compilação dos textos recolhidos. Foi discutido um texto com o título ” Uma visão estratégica para a UEP” que aprovado na generalidade necessita de ser aprofundado pelos países membros, devendo ser novamente debatido no XX congresso. Foram discutidos e votados vários assuntos para funcionamento interno da UEP e para a realização dos Congressos e competições desportivas.

Cerimónia de Içar das Bandeiras Nacionais dos países membros da UEP [2]

Cerimónia de Içar das Bandeiras Nacionais dos países membros da UEP

O XX Congresso da UEP realiza-se no Chipre de 2 a 6 de Outubro de 2010 em simultâneo com o torneio de pára-quedismo. O tema do congresso será “UEP – Uma visão global sobre os pontos fortes e os pontos fracos, as oportunidades e as ameaças”.

Memorial aos Pára-quedistas Húngaros mortos em combate [3]

Memorial aos Pára-quedistas Húngaros mortos em combate

Nestas ocasiões, paralelamente ao programa oficial, o país anfitrião proporciona um programa de carácter cultural, quase e sempre com forte componente histórica e militar. Assim foi na Hungria e parte das imagens que aqui se apresentam reportam-se ao um curioso museu, em  Kecel, dedicado a material militar do extinto Pacto de Varsóvia. [4]

Memorial à Paz na entrada do Museu [5]

Memorial à Paz na entrada do Museu

Vista parcial do museu que se estende por ma área de cerca de 4 campos de futebol [6]

Vista parcial do museu que se estende por uma área de cerca de 4 campos de futebol e de algum do material exposto

4-kecel-copy [7]

5-kecel-copy [8]

6-kecel-copy [9]

8-kesel [10]

9-kesel [11]

10-kesel [12]
O que é a União Portuguesa de Pára-quedistas?

A UPP foi criada em 1993 por iniciativa de 7 associações de pára-quedistas já existentes em Portugal, que alimentavam o desejo de ter uma voz única para defender os interesses e valores tradicionais dos militares pára-quedistas junto das instituições superiores da Nação e das Forças Armadas.
A história do associativismo dos militares pára-quedistas portugueses teve o seu começo em 1975 com a criação da Associação de Pára-quedistas do Norte, e logo em seguida, a Associação, Pára Clube Nacional “Os Boinas Verdes”, em Tancos.
Actualmente, a UPP congrega, sob a forma federativa, 12 associações de pára-quedistas militares (veteranos e no activo) que contam como associados quase 3.000 titulares do brevet militar pára-quedista português e muitos titulares do brevet civil.

Estatuto:
1. A UPP é uma associação não lucrativa que tem por objectivo unir todos os pára-quedistas militares portugueses, veteranos e em serviço efectivo.
Desta União fazem parte as associações que contribuem para desenvolver a amizade e solidariedade no seio da grande família pára-quedista.
2. A UPP exerce a sua acção nomeadamente:
– Organizando cerimónias comemorativas de carácter patriótico ligadas à história das Unidades Pára-quedistas.
– Participando em manifestações nacionais de carácter patriótico.
– Organizando manifestações sociais, culturais e desportivas destinadas aos pára-quedistas militares e suas famílias.
– Colaborando com as associações regionais de pára-quedistas para desenvolver as suas iniciativas.
– Estabelecendo ligação com associações similares.
– Mantendo ligação com as Unidades Pára-quedistas.

Objectivos:
– Fomentar o espírito entre todos os que serviram e servem nas Forças Armadas como Pára-quedistas Militares.
– Evidenciar a contribuição das Unidades Pára-quedistas no desenvolvimento da Nação.
– Promover actividades culturais, de lazer e desportivas, sobretudo no âmbito do pára-quedismo.
– Valorizar e defender a memória dos Pára-quedistas Militares mortos ao serviço da Pátria, assim como manter a lembrança das gloriosas acções das Unidades Pára-quedistas.

upplogo