- - http://www.operacional.pt -

VÍDEO-REPORTAGEM, VISITA AO CENTRO DE TROPAS COMANDOS

Todas as unidades militares recebem visitas e estas são regra-geral preparadas para a audiência em causa, sendo naturalmente diferente o que se mostra e explica em cada situação. O Operacional acompanhou uma visita de cadetes da Academia Militar, Arma de Infantaria, ao Centro de Tropas Comandos da Brigada de Reacção Rápida, e mostra-lhe parte substancial do que eles viram.

Terminou a sessão de treino de tiro "especial" - no artigo a publicar esta designação será explicada - a Equipe (1 sargento e 4 praças) empenhada é apresentada aos cadetes que de seguida vão tomar contacto com o armamento usado. [1]

Terminou a sessão de treino de “tiro de combate” – no artigo a publicar no Operacional esta designação será explicada – a Equipe (1 sargento e 4 praças) de um dos Grupos de Combate do Batalhão de Comandos empenhada é apresentada aos cadetes que de seguida vão tomar contacto com o armamento usado.

Esta visita decorreu no espaço de 4 horas e o Centro de Tropas Comandos preparou um programa para duas dezenas de cadetes da Arma de Infantaria da Academia Militar, 4.º ano, que ali estavam no âmbito de uma das suas cadeiras, relativa a sistemas de armas de infantaria. A intenção primeira desta visita foi assim a de mostrar, a utilização prática de alguns tipos de armas de infantaria nos Comandos, possibilidade de emprego e questões relativas à formação e treino nesta área, não pretendendo naturalmente esgotar um tema que, nomeadamente na Arma de Infantaria, tem grande relevância e abrange um número muito diferenciado de armas.

Não se pretendeu mostrar todas as capacidades das Tropas Comandos, logo neste apontamento de reportagem também não é isso que se pode ver. Apenas e só o que foi tratado na visita.

Sendo para muitos uma primeira visita ao CTC, o briefing inicial abrangeu aspectos históricos relativos aos Comandos, a sua organização e empenhamentos operacionais nas Forças Nacionais Destacadas e, a parte substancial, o ciclo de instrução e a incidência posta no Tiro e nas diferentes vertentes que esta formação inclui. Depois na visita e demonstrações a que se assistiu mais informação foram dadas aos cadetes, agora, perante os casos concretos.

No inicio da visita o oficial responsável por esta sessão de tiro apresenta aos cadetes o que se irá seguir e algumas particularidades, nomeadamente as etapas prévias a este tipo de treino. [2]

O oficial responsável por esta sessão de tiro apresenta aos cadetes algumas particularidades, nomeadamente as etapas prévias a este tipo de treino e a finalidade dos “incidentes injectados” durante a sessão. Tanto quanto possível numa carreira de tiro tentam-se replicar situações típicas de uma situação real.

Esta visita será em breve objecto de artigo detalhado aqui no Operacional, mas hoje pode ver aqui a VÍDEO-REPORTAGEM, VISITA AO CENTRO DE TROPAS COMANDOS [3]