- - http://www.operacional.pt -

HOMENAGEM AOS COMBATENTES DA LOURINHÃ

A memória dos antigos militares sepultados no Talhão da Liga dos Combatentes no cemitério municipal da Lourinhã – combatentes na Grande Guerra e na Guerra do Ultramar – foi objecto de uma acção de grande significado.
Em 23 de Junho de 2012 realizou-se uma Homenagem aos Combatentes promovida pela Câmara Municipal da Lourinhã e pela Liga dos Combatentes, momento que foi o culminar do trabalho de recuperação das campas de 28 antigos combatentes ali sepultados.

Familiar de um antigo combatente em França  na 1.ª Guerra Mundial, coloca ramo de flores na sua campa. [1]

Familiar de um antigo combatente em França na 1.ª Guerra Mundial coloca ramo de flores na sua campa, no Talhão da Liga dos Combatentes no Cemitério Municipal da Lourinhã agora recuperado.

Este espaço estava em adiantado estado de degradação em 2010 e desde então foi alvo de trabalhos de recuperação. Primeiro para averiguar a identidade dos sepultados. Com excepção de um par de campas cujas famílias asseguravam a manutenção, todas as restantes estavam irreconhecíveis. Foi um trabalho de meses em vários arquivos locais, do Exército e nacionais. Mesmo complementando estas informações com declarações de alguns dos poucos familiares localizados e com pessoas ligadas ao cemitério, 4 covais permanecem por identificar. Seguiu-se a fase da obtenção das lápides e da sua regeneração. Estas foram cedidas pela Direcção Central da Liga dos Combatentes uma vez que estavam no Cemitério do Alto de São João em Lisboa sem utilização. A Câmara Municipal da Lourinhã e a Junta de Freguesia da vila garantiram de seguida todos os trabalhos de “construção civil” necessários à completa recuperação do talhão. Assim se chegou ao resultado que se pode ver na reportagem fotográfica e que sem dúvida alguma confere a dignidade perdida ao talhão dos combatentes do Cemitério Municipal da Lourinhã.
Do empenho e conjugação de esforços do Núcleo de Torres Vedras [2] – com responsabilidade também pelo Concelho da Lourinhã – e Direcção Central da Liga dos Combatentes – por um lado e da Câmara Municipal e Junta de Freguesia da Lourinhã por outro, foi possível levar a bom termo mais este trabalho que se insere no programa “Conservação das Memórias” da Liga e que tantos cemitérios militares tem recuperado nos antigos teatros de operações de França e África onde militares portugueses foram sepultados.
Aqui fica a reportagem fotográfica de algumas fases dos trabalhos de recuperação e da Homenagem aos Combatentes da Lourinhã.

Em 2010 o Talhão da Liga dos Combatentes apresentava este aspecto:

2-homenagem-lourinha-copy [3]

3-homenagem-lourinha-copy [4]

4homenagem-lourinha-copy [5]

5-homenagem-lourinha-copy [6]

6-homenagem-lourinha-copy [7]

7-homenagem-lourinha-copy [8]

Terminada a investigação documental e os contactos com autoridades locais e familiares iniciaram-se então os trabalhos no talhão.  Aos familiares localizados foi colocada a questão se autorizavam os trabalhos propostos e todos concordaram, inclusive os que sempre haviam cuidado das campas. A única família que tinha campa em pedra e bem cuidada, preferiu mesmo que esta fosse desmontada para ficar com uma igual às restantes.

8-homenagem-lourinha-copy [9]

9-homenagem-lourinha-copy [10]

10-homenagem-lourinhao-copy [11]

11-homenagem-lourinha-copy [12]

12-homenagem-lourinha-copy [13]

13-homenagem-lourinha-copy [14]

14-homenagem-lourinha-copy [15]

15-homenagem-lourinha-copy [16]

Depois da Junta de Freguesia da Lourinhã e do Núcleo de Torres Vedras [2] da Liga dos Combatentes terem dados por terminados os trabalhos no Talhão, seguiu-se, em 23 de Junho de 2012 uma Homenagem aos Combatentes. Teve lugar não só junto ao Monumento aos Combatentes no centro da vila, como na Igreja do Castelo com missa de Acção de Graças e de Sufrágio, e no Talhão. Presentes o presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, José Manuel Custódio, o presidente da Direcção Central da Liga dos Combatentes, Tenente-General Chito Rodrigues, elementos da vereação da Câmara Municipal, entre os quais José Tomé que foi o elemento de ligação com o Núcleo para este assunto, o presidente da Junta de Freguesia, Pedro Margarido, e entidades militares convidadas, nomeadamente o Capitão do Porto de Peniche, e oficiais representantes dos Comandantes das Escola Prática de Infantaria e Escola de Sargentos do Exército. Os núcleos da Liga dos Combatentes de Peniche, com Guião,  Mafra e o de Vila Franca de Xira, também se juntaram à Homenagem que contou com a presença de vários familiares dos falecidos. Alguns dos descendentes dos antigos combatentes de África e de França, com idades acima de 80 anos e mesmo num caso mais de 90 e saúde precária, insistiram em participar. Apesar do esforço físico que lhes foi exigido e patente emoção cumpriram o desejo de colocar flores nas recuperadas campas dos seus entes queridos.

Uma secção da Escola Prática de Infantaria e um terno de clarins da Chefia de Bandas e Fanfarras do Exército, sob o comando do Segundo-Sargento de Infantaria Luís Polido, garantiram as honras militares. O Pároco da Lourinhã, Ricardo Franco, proferiu uma prece e procedeu à bênção do renovado Talhão.

16homenagem-lourinha-copy [17]

17-homenagem-lourinha-copy [18]

18-homenagem-lourinha-copy [19]

19-homenagem-lourinha-copy [20]

20-homenagem-lourinha-copy [21]

21-homenagem-lourinha-copy [22]

Missão cumprida! [23]

Missão cumprida!

Quer ler mais no “Operacional” sobre esta temática? Clique em:

91º ANIVERSÁRIO DA BATALHA DE LA LYS [24]


16º ENCONTRO NACIONAL DE COMBATENTES [25]


XVIII ENCONTRO NACIONAL DE COMBATENTES – 2011


COMBATENTES TV [26]