logotipo operacional.pt

Arquivos de : ‘EM DESTAQUE’

ESTATUTO DOS MILITARES DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA / 2017

Por • 8 Abr, 2017 • Categoria: EM DESTAQUE

Impressiona ler este artigo! O coronel Carlos Manuel Gervásio Branco, hoje na situação de Reserva, esteve durante anos ligado à produção legislativa da GNR, sabe bem do que fala, e mostra aqui com clareza e fundamentação o que é o novo Estatuto dos Militares da GNR. Não deixando de assinalar algumas alterações positivas, impressiona depois ver a ligeireza (e a ignorância, mas também a perfídia!) presente neste documento legal. O artigo é extenso, mas acreditem trata-se de autêntico serviço público, expor aquilo que vai reger a vida profissional dos militares da GNR e afectar a própria Instituição. (mais…)



IRAQUE: BRIGADA MECANIZADA NA FORMAÇÃO DA GUARDA DE FRONTEIRA

Por • 9 Fev, 2017 • Categoria: 04 . PORTUGAL EM GUERRA - SÉCULO XXI, EM DESTAQUE

O 4.º Contingente Nacional formado por militares da Brigada Mecanizada está no teatro de operações do Iraque há sensivelmente 3 meses, empenhado na formação das forças de segurança locais. Integrados na Coligação Internacional liderada pelos EUA e na qual participam mais de 60 países, este é o contributo de Portugal para o combate ao Daesh no Iraque. Fazemos aqui uma actualização do que se passa no terreno com o nosso contingente. (mais…)



O “PRINCÍPIO DA ROTATIVIDADE” NA CHEFIA DAS FORÇAS ARMADAS

Por • 3 Fev, 2017 • Categoria: EM DESTAQUE

Para quê enunciar um princípio que não existe, deixando cair na imprensa notícias sobre a nomeação de um CEMGFA a mais de um ano de distância? Bem à portuguesa o dito “princípio” é um acordo de cavalheiros que pode sempre ser quebrado, sem o quebrarem…porque não existe! Consoante convém ao governo e ao Presidente da República ouvimos, como agora, falar desse misterioso “princípio”. (mais…)



O BALÃO PUBLICITÁRIO DAS TROPAS PÁRA-QUEDISTAS

Por • 29 Jan, 2017 • Categoria: EM DESTAQUE

A divulgação pública para obter voluntários esteve na origem da aquisição do primeiro balão de ar quente pelo Corpo de Tropas Pára-quedistas em 1993. Vinte e quatro anos depois este objectivo mantém um balão a voar! Significativo ainda o contributo da instituição e de um punhado de boinas verdes, para o desenvolvimento do balonismo em Portugal. Também aqui os pára-quedistas portugueses foram pioneiros e ajudam a manter a ligação das Forças Armadas à sociedade civil. (mais…)



HOMENAGEM AOS PARAQUEDISTAS FALECIDOS NA BÓSNIA

Por • 21 Jan, 2017 • Categoria: 13. MEMÓRIA DAS MISSÕES DE PAZ, EM DESTAQUE

No Regimento de Paraquedistas os boinas verdes que deram a vida pela Pátria no Ultramar são recordados pelo Monumento aos Mortos em Combate e no Espaço Memória do Museu das Tropas Paraquedistas. Agora os paraquedistas falecidos na Bósnia e Herzegovina estão também presentes neste lugar nobre do Museu. Com a presença de familiares e amigos, esta homenagem abre um caminho que certamente será seguido para ali lembrar todos os paraquedistas que caíram nas Missões de Paz e Humanitárias. (mais…)



FORÇA AÉREA PORTUGUESA DE NOVO NO MALI

Por • 4 Jan, 2017 • Categoria: 03. REPORTAGEM, EM DESTAQUE

Um Destacamento Aéreo está actualmente integrado na United Nations Multidimensional Integrated Stabilization Mission in Mali (MINUSMA), a força das Nações Unidas que actua no Mali desde 2013, com mandato renovado em 2016. Portugal regressou a este teatro de operações para uma missão de 6 meses, depois de ali ter estado em 2014 e 2015 – com aeronaves C-130 e C-295M – contribuindo mais uma vez para os esforços da comunidade internacional na normalização política e militar deste país martirizado pela acção de grupos terroristas. (mais…)



FORÇAS PORTUGUESAS NO IRAQUE, DEZEMBRO de 2016

Por • 15 Dez, 2016 • Categoria: EM DESTAQUE

As Forças Nacionais Destacadas de Portugal no Iraque, agora provenientes da Brigada Mecanizada, continuam a sua actividade em Besmayah, formando militares e polícias. Parte dos iraquianos que agora combatem em Mossul contra o Daesh, também foram treinados por militares portugueses, em cumprimento das opções políticas de Portugal, juntando-se ao combate da comunidade internacional para derrotar o auto-denominado “Estado Islâmico”. (mais…)



A GUERRA CIVIL DE ESPANHA PASSOU PELO TEJO? O FORTE DE ALMADA

Por • 14 Dez, 2016 • Categoria: 14.TURISMO MILITAR, EM DESTAQUE

O Forte de Almada tem raízes bem longínquas, na fundação da nacionalidade. No século XX, com o Forte do Alto do Duque, foi interveniente nos combates do dia 8 de Setembro de 1936. As peças Krupp 10,5cm que ainda hoje estão instaladas, foram as primeiras a abrir fogo contra os navios capturados por marinheiros da Organização Revolucionária da Armada. A sua história de séculos e panorâmica sobre a capital e o rio Tejo fazem dele, a prazo, um potencial ponto de atracção turística e cultural. (mais…)



A GUERRA CIVIL DE ESPANHA PASSOU PELO TEJO? (Parte I)

Por • 11 Dez, 2016 • Categoria: 14.TURISMO MILITAR, EM DESTAQUE

A pergunta ainda hoje é incómoda e tem respostas contraditórias. Mas há um aspecto que gostávamos de salientar, os locais ligados aos acontecimentos de 8 de Setembro de 1936, nas duas margens do rio Tejo, em Lisboa, estão hoje preservados e podem ser, a prazo, excelentes localizações como pontos de atracção turística ligada à história militar de Portugal. É um assunto que pode ser considerado, desde já, para quando os actuais utilizadores saírem. Vamos ver porquê. (mais…)



NRP FIGUEIRA DA FOZ, RUMA AO MEDITERRÂNEO CENTRAL

Por • 23 Out, 2016 • Categoria: 03. REPORTAGEM, EM DESTAQUE

Na Base Naval de Lisboa a guarnição do FIGUEIRA DA FOZ ultima os preparativos para a próxima missão. Dentro de dias ruma ao Mediterrâneo Central onde se vai juntar aos esforços da União Europeia no controlo dos fluxos migratórios provenientes do norte de África. O comandante, Capitão-Tenente Guardado Neto, sabe que a missão se reveste de contornos especiais, com uma grande carga emocional, mas não deixa de estar também atento à protecção da sua força. Na realidade, parecendo iguais, todas as missões são diferentes, nunca se sabe exactamente o que se vai encontrar. (mais…)