- - http://www.operacional.pt -

AS NOSSAS MULHERES NA BÓSNIA – 1996

Quem são e o que fazem as nossas mulheres na Bósnia”, era uma chamada de capa que na revista “Cosmopolitan” de Abril de 1996 apresentava uma reportagem de seis páginas sobre militares portuguesas em serviço na missão IFOR/NATO.  Com as devidas autorizações da revista pela sua Directora actual, Sandra Maurício, a quem muito agradecemos, aqui fica mais uma memória do que foi a missão na Bósnia e Herzegovina em 1996.

Bósnia 96 Mulheres 1 [1]Passados 20 anos, pareceu-nos uma boa oportunidade para assinalar o Dia da Mulher em 2006, recordar, pela visão da imprensa da época, mais uma das particularidades daquela missão. Pela primeira vez um destacamento militar feminino era incluído numa força em operações, numa missão de apoio à paz. Na reportagem não estão todas as mulheres que estiveram no teatro de operações, nem se pretende com esta “republicação” fazer a história dessa participação feminina que ali se iniciou e continuou, em muitas outras missões até hoje. Apenas lembrar mais uma vertente da história da Missão das Forças Armadas Portuguesas na IFOR/NATO, como ela foi vista na altura. O tempo das avaliações e das lições aprendidas não cabe naturalmente aqui mas deve ser feito.

Lembramos apenas que hoje as mulheres militares nos três ramos das Forças Armadas Portuguesas são 3.260 (11% do efectivo total) e que têm participado em missões exteriores da Bósnia ao Kosovo, do Índico à Lituânia, passando pelo Afeganistão e Timor-Leste, um pouco por todo o mundo.

Aqui fica pela pena de Fernanda Pratas e o olhar de Francisco Vilhena, que diga-se não tiveram a vida fácil naqueles tempos para cumprir a sua missão, a reportagem sobre as mulheres que integravam no inicio de 1996 o Destacamento de Apoio de Serviço da Missão das Forças Armadas Portuguesas na IFOR/NATO – Bósnia e Herzegovina.

Bósnia 96 Mulheres 2 [2]

Bósnia 96 Mulheres 3 [3]

Bósnia 96 Mulheres 4 [4]

Bósnia 96 Mulheres 5 [5]

Bósnia 96 MMachado700 [6]

Bósnia 96 Mulheres 7 [7]

Bósnia 96 Mulheres 8 [8]