- - http://www.operacional.pt -

A MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA

A MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA, DO FIM DA II GUERRA MUNDIAL AO 25 DE ABRIL DE 1974, é uma obra da autoria de Pedro Lauret, que já está disponível no mercado livreiro e retrata de modo detalhado o que foi a nossa Marinha de Guerra no período em apreço, com destaque para o conflito na Índia e em África.

 001 A Marinha de Guerra [1]

Livro da editora “Verso da História”, com Prefácio do Almirante Fernando José Ribeiro de Melo Gomes e Apresentação de Artur Santos Silva, está muito bem organizado, com excelente qualidade gráfica e design agradável. A obra tem muita informação objectiva sobre os meios, organização e actividade operacional da Marinha de Guerra, mas tem também uma componente mais subjectiva, a opinião do autor sobre o ambiente político, nacional e internacional, com o qual os marinheiros portugueses tiveram que lidar neste período.

Os grandes capítulos são os respeitantes ao período desde o inicio do século XX ao final da 2-ª Guerra Mundial, a era da NATO e depois as guerras de Portugal na Índia e em África a partir de finais dos anos 50. Termina com actividades da Marinha de Guerra durante o período das campanhas ultramarinas nas não ligadas a este conflito, como o empenhamento na NATO e a hidrografia e segurança da navegação.

Trata-se de certo modo de um livro invulgar. Na realidade não serão muitas as obras em que o autor, em simultâneo, transmite claramente uma visão política alinhada com as teses do Movimento das Forças Armadas – que integrou – mas ao mesmo tempo enaltece o papel do ramo naval das Forças Armadas, muitas vezes em clara competição com o ramo terrestre. As obras publicadas sobre a guerra na Índia e em África, regra-geral, tendem a defender as opções políticas do regime político de então, ou pelo menos não o hostilizar claramente como aqui. Ou então, são autores que não primam por simpatias militares e atacam a instituição em si e os seus membros, o que aqui não se verifica.

Como acima se refere, Pedro Lauret entra em muitos detalhe da história da Marinha que nos parecem pouco publicados, nomeadamente as tensões entre os ramos e as simpatias políticas e opções que em diversos períodos definiram as prioridades de reequipamento e as suas consequências.

Independentemente das opções do autor, a realidade é que expõe as suas teses e sustenta-as. No plano estritamente militar a obra está muito bem construída e documentada com mapas, gráficos e fotografias que tornam muito simples de perceber o que foi a Marinha de Guerra, Fuzileiros incluídos a partir de 1961.

Trata-se de um livro que aconselhamos vivamente, mesmo que tenhamos dúvidas sobre algum do enquadramento político que é apresentado. Estamos perante uma obra de síntese do que foi a Marinha de Guerra, um útil elemento de consulta para quem se interessa por temática militar em geral e naval em particular.

O livro tem formato 20×26,5cm, capa dura, 312 páginas profusamente ilustradas com fotos, mapas e gráficos. O seu preço comercial ronda os 39,00€.

Edição Verso da História, Lisboa Outubro de 2015.

ISBN:978-989-8016-22-5

004 A Marinha de Guerra [2]

 

003 A Marinha de Guerra [3]

 

002 A Marinha de Guerra [4]